O que é alergia alimentar?

As alergias alimentares são reações adversas a algum alimento que são desencadeadas por uma resposta imunológica. O organismo reconhece a proteína do alimento como “inimiga” e mobiliza moléculas imunológicas, podendo ser anticorpos ou não, na tentativa de eliminá-la.

Pode manifestar-se de formas diferentes, como logo após a ingestão ou até alguns dias depois do contato, e em diferentes partes do corpo, desde reações cutâneas simples até a anafilaxia que pode levar a óbito.

Quais alimentos causam alergia?

Qualquer alimento pode causar alergia, mas apenas oito correspondem por aproximadamente 90% das ocorrências: leite de vaca, ovo, soja, trigo, castanhas, amendoim, peixe e crustáceos.

Por que devo me preocupar com essa parte da população?

Além das dificuldades que o próprio alérgico sofre, o impacto da alergia alimentar em uma família é muito grande. Muitas deixam de sair, fazer atividades simples como um jantar de final de semana, festinha de aniversário infantil e até viagens turísticas por não terem respaldo das empresas que atuam com alimentação.

A maior incidência é em crianças, o que muda a rotina de pelo menos mais duas pessoas – os pais. Para não colocar a vida do filho em risco, todos abandonam a vida social, o que pode levar a consequências sérias para todos os envolvidos, principalmente para o alérgico. Nisso também está incluso a escola – muitos pais adiam a entrada do filho e, consequentemente, a convivência e o desenvolvimento com outras crianças.

Tudo isso por não poderem contar com empresas que estejam aptas a atendê-los com segurança.

 

 O meu estabelecimento segue todos os padrões de qualidade e segurança exigidos. Mesmo assim, há risco para um alérgico?

 Um alérgeno (substância que provoca reação alérgica em um indivíduo) pode permanecer no objeto ou superfície mesmo após a higienização. Se a pessoa alérgica entrar em contato com esses traços de alérgenos, pode apresentar reações adversas variadas. Nos casos mais graves, pode até chegar a óbito.

 

 Como posso conquistar essas famílias e dar maior liberdade para o alérgico?

 Seguindo alguns padrões de modo de produção e manipulação de alimentos para essa população. O Bem-vindo Alérgico conhece as melhores práticas e os processos mais seguros para implantar no seu estabelecimento e, assim, informar ao seu cliente o que é ou não um risco no seu cardápio. Isso permite para o alérgico, família e amigos a segurança na escolha do prato e até a variabilidade de opções.

 

 Qual o meu retorno se eu abrir as portas para os alérgicos alimentares?

O seu estabelecimento ganhará visibilidade, conquistará e fidelizará um público carente de opções e qualidade e o respeito do alérgico e de todos que o rodeiam, além da comunidade e de formadores de opinião (associações, instituições, mídia etc).

Com a capacitação, certificação e o selo de treinamento e conscientização para alérgicos alimentares que o Bem-vindo Alérgico fornecerá, sua empresa entrará no mapa de estabelecimentos conscientes para o alérgico e sua família.

Entre em contato e veja como o Bem-vindo Alérgico pode ajudar a sua empresa  nessa causa.